By Elaine Averbuch Neves

Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania. Depende de quando e como você me vê passar.

– Clarice Lispector -

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Beber.... socialmente....


A mesma articulação que tenho para reclamar, tenho para agradecer. E, se posso me adornar com a alegria, não é a tristeza que eu vou tecer. Que hoje e sempre, seja um belo dia!
(Marla de Queiróz)
Alcoolismo....
Gente, pra muitas pessoas, talvez este seja um tema desagradável.... Mas é real e duramente vivenciado e enfrentado a duras penas por muita gente! Considero muito importante conversarmos sobre isso.... Quem sabe algo comentado aqui não sirva de alerta pra ajudar alguém..... O alcóolatra é aquela pessoa que não sabe estabelecer um limite. Não possui auto-controle, transformando-se, assim, num dependente. Segundo pesquisas, o consumo de álcool é responsável pela maior parte das mortes não-naturais no Brasil, tais como homicídios, acidentes de trânsito e/ou de trabalho, atropelamentos, ingestão excessiva, violência doméstica ou na rua, conduzir veículo embriagado e por aí vai...
Segundo especialistas, o alcoolismo foi definido como doença crônica, um distúrbio de comportamento, caracterizado por repetidos episódios de intoxicação ou bebedeiras, interferindo na saúde, e afetando o desempenho em casa, no trabalho e na comunidade.
Assim como qualquer outro doente, o alcóolatra está proibido de colocar um pingo sequer de álcool na boca!  Não existe verdade na famosa frase dita por todo dependente: não sou viciado, posso parar quando quiser! Ou então: só bebo socialmente. Alcoolismo não é um hábito, é uma doença classificada pela OMS. É uma doença progressiva e, se não for tratada, com o passar do tempo compromete seriamente a saúde mental e física. Talvez o problema não esteja na bebida em si, e sim na pessoa que consome descontroladamente. O alcóolatra precisa de ajuda, de tratamento, pois está doente. Pode até desejar não beber mais, mas dificilmente conseguirá sozinho. A ajuda e a compreensão de familiares e amigos é muito importante durante o tratamento. Entretanto, acredito que a iniciativa deva partir do próprio doente, uma vez consciente do que precisa fazer e da força que vai precisar para conseguir. Daí a importância do apoio.  Sempre há esperança, enquanto houver vida. Mais vale acender uma luz e encontrar um caminho, do que ficar parado e amaldiçoar a escuridão. Todo ser humano está sujeito a erros, porque todos nós somos imperfeitos. Mas todo aquele que, com muito esforço e luta se reergue, e volta a olhar para o céu em agradecimento, por mais um dia de vitória, merece nosso respeito e admiração! Parabéns a todos aqueles que vencem as suas lutas diárias! Um início de semana abençoado e cheio de oportunidades! E lembrem-se, as mudanças acontecem De dentro pra fora!
(Elaine Averbuch Neves)
Divulgação
Gente Linda! Meu infartado coraçãozinho tá pulando mais que pipoca, rsrsrsrs, de tão contente, honrado e agradecido! Muito obrigada, a todos vocês, meus amigos! Recebi a grata e maravilhosa surpresa de ser divulgada pelo Blogueiros que pensam, um dos blogs da querida Patrícia Galis, neste link:  http://www.blogueirosquepensam.com/2012/05/blog-de-dentro-para-fora.html
Confiram, gente! E já naveguem neste espaço pra lá de especial! Muito obrigada, Pat! Do meu coração, para o teu! De dentro pra fora!
Blog Novo
Esta semana iniciamos com o Blog Kéia Artes, http://keiaartes.blogspot.com.br/ ,
Da querida amiga Rosecléia, carinhosamente chamada Kéia.... Um blog cheio de arte.... Vamos conhecer, prestigiar, seguir e valorizar a arteirice da Kéia? Simbora gente!

O outro blog desta semana é o Tons Neutros, http://tonsneutros.blogspot.com.br/
Da querida Ana, como o próprio nome sugere, um espaço para partilhar idéias que ajudem a valorizar o seu cantinho! Muito simpático e charmoso! Vamos lá conhecer e prestigiar! Vamos que vamos!
Datas
No dia de hoje, 28 de maio, comemora-se:

Dia Nacional de Luta pela Redução da Mortalidade Materna

Dia 28 de maio será celebrado o Dia Nacional de Luta pela Redução da Mortalidade Materna. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a morte materna é a morte de uma mulher em decorrência de problemas ligados à gravidez ou por ela agravados, ocorridos no período da gestação ou até 42 dias após o parto.  A data é considerada importante e veio para mostrar a realidade do país, onde ainda é grande o número de mulheres que morrem por problemas ocorridos durante a gravidez, o parto e o pós-parto, ou por complicações de um aborto inseguro.



Seja Alguém simples. Seja algo que você ame e entende. Esqueça o resto: tudo o que você precisa, está na sua alma e em seu coração.
(Caio Fernando Abreu) 










39 comentários:

ONG ALERTA disse...

Alcoolismo é sério mesmo, excelente texto, beijo Lisette.

Lílian Almeida disse...

alcoolismo já virou assunto de saúde pública, é um drama pro alcolista e pra família, muito triste.Que legal, eu tinha visto vc. lá no BQP, achei o máximo, parabéns, amiga!
Beijo e tenha uma semana maravilhosa !
http://casascoisaseoutros.blogspot.com/

rose japan disse...

olá elaine por favor me dá uma ajudinha!!! queria saber se no seu blog aparece as minhas atualizações??? Porque em alguns ela n aparece....

obrigada tá bjinhos

rose jp

Smareis disse...

Olá Queridona Elaine,

O Alcolismo é uma doença destruidora. Adoece toda a familia junto.
Parabéns pelo seu blog estar sendo divilgado.
Mais uma data comemorativa e bem interessante.Redução da Mortalidade Materna um problema que precisa ser revisto .

Parabéns pela postagem!

Beijos e ótima semana!

Giancarlo disse...

buon inizio settimana...ciao

Iskrica disse...

U pravu ste, treba govoriti o tome, jer to jeste veliki problem. Problem je i priznati istinu, ali sve više mladih ljudi konzumira alkohol. Samokontrola se lako gubi, nestaje, a treba mnogo da se stekne. Odavanje alkoholu nije borba, nije izlaz, već je novi, veliki problem.

Beléngreece disse...

Hola Elaine... el alcoholismo es una grave enfermedad que no afecta solo a la persona que lo padece sino que se traslada a todo el que quiere a esa persona.. lo sufren todos y por eso debemos ayudar concienciandonos que se puede vivir sin el alcohol que no para pasar un momento divertido tenemos que recurrir a el...
Un beso muy grande para ti desde este pais de dioses
Belen.

Duendes disse...

Ola querida ,
sim o alcolismo é uma cruz que muitos carregam infelismente....
Parabens pela divulgaçao do seu cantinho vc merece.
Beijocas milllllllllllll

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia minha linda !!!!!
Vc sempre tão fiel nas amizades,sempre tão carinhosa com seus seguidores,que me deixa cada vez mais pertinho de ti...
Agradeço os confetes que jogastes lá no blog do Daniel.Valeu minha querida ...meu coração agradece muitooooooo.
Tudo tem sua valia e tudo fica valioso quando damos valor,e vc sempre sabe dessa dosagem.
bjs para iluminar tua linda segunda-feira!
bjsssssssssssssssssssssss

VILMA PIVA disse...

O alcoolismo é uma doença que precisa ser tratada com carinho, perseverança e amor!
Parabéns pelo oportuno texto!!
Obrigada pela sugestão, acabo de retirar as letrinhas da verificação das palavras. Valeu, querida amiga!!Feliz semana!!Beijos!!

✿ chica disse...

Tema importante de ser visto e TRATADO, literalmente. O alcolismo põe em risco, além da pessoas, faz vítimas inocentes! beijos,linda semana!chica

Tons neutros disse...

Olá,

Infelizmente o alcoolismo afecta muita gente. Parabéns pelo texto, muito bom. Bjs

Nós Os Cachorros disse...

Elaine,

Tema muito difícil esse, pelo menos para mim.
Venho de uma família que enfrentou esse problema duas vezes: pai e filho.
Meu avô foi alcoólatra.
Minha avó, meu pai e sua Irma sofreram muito.
Meu avô tornou-se um alcoólatra nos primeiros anos de casamento, fazendo com que a família sofresse desde cedo.
Naquela época i divorcio era erradíssimo numa família católica e tratamento não havia.
Meu pai, apesar de ter sofrido, começou a beber aos 30 anos + ou -
Tornou-se um alcoólatra e como o pai, trouxe sofrimento a todos, principalmente a mãe, que viu no filho, o marido falecido.
Talvez um dia eu escreva sobre isso, é algo muito longo e complicado.
Hoje, meu irmão bebe como o pai e o avô.
Eu não suporto pessoas que bebem. Meus amigos e amigas não bebem.
Não vou a bares ou discos. Não suporto ver gente bêbada, muito menos o cheiro do álcool.
Eu entendo quando você diz que estas pessoas precisam de ajuda. Durante anos tentei ajudar meu pai, mas ele não aceitou.
Não gosto de relembrar aqueles anos, sofri muito.
Não sei se esse comentário ira ajudar em algo.
A única coisa que sei é que seja pai ou seja mãe, pense bem no que esta fazendo.
Suas atitudes podem e vão marcar seu filho ou filha ou ambos para sempre.
Abraxos

Célia Rangel disse...

Como sempre, Elaine... seus textos levam-nos a excelente reflexão! "Acender uma luz..." é um caminho longo e precisa que a luz seja forte e plena para obter êxito. Abraço, Célia.

Mari Rehermann disse...

Querida Elaine, muito importante divulgar os problemas do alcoolismo, tenho esse problema na família (pai) e sei quanto sofrimento isso vem causando a toda a família...É preciso muita força de vontade para vencer!

Tenha uma semana repleta de luz e paz, querida amiga!!
Beijos!♥

Kunti/Elza Ghetti Zerbatto disse...

Bom dia Elaine!
Concordo com o texto sobre alcolismo.
É uma doença e deve ser tratado como tal.
Obrigada pela sua presença sempre iluminada.
Parabéns pela postagem.
Uma ótima semana para ti.
abração com carinho

Rosecleia Kéia artes disse...

Olá Elaine,estou muito feliz em participar do blog novo, obrigada pela oportunidade.
O assunto de hoje é muito sério e importante, só quem já sofreu com o alcoolismo ou teve alguém da família com esse problema sabe a luta que é, e ainda tem tanta propaganda na tv,de uma coisa que tem destruído muitas vidas, famílias...
Vc é muito especial pra mim!
Abraços da Kéia.

Ioana-Carmen disse...

Love your style! maybe we can follow each ohter?:X

FashionSpot.ro

Tunin disse...

Este artigo sobre o alcoolismo ficou sensacional. Repleto de verdades sobre o vício. Na minha infância convivi com um pai alcoólatra que nos tirava o sossego e a paz. Ele nunca sabia o que dizia ou fazia. Gastava todo o dinheiro ganho na farra com os "amigos" da bebedice. Um dia ele foi convidado por uma senhora evangélica a fazer uma visita em sua igreja; ele foi à igreja e lá encontrou a libertação para a sua vida.Encontrou o Senhor Jesus que o transformou.E morreu na bênção de nunca mais ter colocado, em sua boca, algo que contivesse álcool. E a vida sorriu para a nossa família.
É uma situação delicada que a família deve estar atenta e procurar ajuda junto aos agentes de saúde e também espiritual como foi o caso do meu pai.
Obrigado, querida por nos oferecer úteis postagens.
Bom começo de semana.
Abração.

Paulo Francisco disse...

Muito bom este tema. O alcoolismo é uma doença e o tratamento é necessário.
Muito bom.
Obrigado pelo carinho lá no cores.
Uma semana bacana pra ti.

Smareis disse...

Ola queridona,

Dei uma passadinha pra deixar um beijo e te desejar um ótimo dia. Obrigadaaaaa pelo carinho e amizade de sempre. És especial e queridona do coração. Beijossss no seu coração.

Lidi Horácio disse...

Ameiiii

Beijocas :*
Boa Semaninha ")

Gabriela Palombo disse...

Parabéns pela postagem sobre alcoolismo um vicio que destrói pessoas e família inteiras. Ficou muito bom a divulgação do seu link no Blogueiros q Pensam, já fiquei por aqui.
http://www.seligaararaquara.com/

manuel marques disse...

"O álcool não consola, não preenche os vazios psicológicos. Não compensa o homem. Pelo contrário, anima a sua loucura, transporta-o a regiões supremas onde é mestre do seu próprio destino."

Beijo.

Patrizia Dias disse...

Fiquei feliz pela divulgação do seu blog no blogueiros q pensam, a gente percebe o carinho que ve e a Patricia tem uma pela outra, e mais ainda de ter conseguido entrar aqui, deixei a pagina abrindo e fui ver outras coisas, compensou merece esse respeito mesmo Elaine, tinha que falar adorei a montagem coma flor no cabelo deu um ar tão romântico e livre, boa sacada da Pati, mas uma vez parabéns.

Jorge disse...

Boa indicação da Patricia seu blog é bom com textos interessante e que ajudam como esse do alcoolismo, já fiquei aqui e dei uma geral.

PEPI disse...

O Alcoolismo é a doença da família
Ela não é contagiosa mas contagiante
Excelente postagem, Elaine
E você merece ser homenageada pois o seu blog é 1000
Obrigada pela linda amizade e carinho,sempre
Beijinhos afetuosos de
Verena e Bichinhos

Élys disse...

Este é um tema muito importante e que deve sempre ser divulgado para ajudar aos que precisam.
Tenha um bom fim de semana.
Beijos.

Mery disse...

O "alcoolismo era a doença mais grave do meu pai; devido a esse vício, não "doença....Bem, ele entrou em depressão, minha mãe não aceitava quando ele aparecia bêbado em casa, nunca foi agressivo, e eu hoje me lembro dele como um pai* muito amoroso, embora triste, sim.
Entender os alcoólatras(?) tem que dar amor, sem amor é só sofrimento...e tudo é mais difícil;
beijnhos, desculpe só hoje vim aqui ¨¨corre-corre

Nice Bacchini disse...

obrigada pelo carinho, Elaine.
UM assunto interessante para ser abordado, pois muitas pessoas sofrem por esse mal, quando não vivenciam pessoas queridas passando por isso.
Parabéns pelo seu blog.
Boa semana.. bjsss

Kellen Bittencourt disse...

Olá amiga, vou correndo ver a homenagem no Blog da Patricia, qto ao alcoolismo, difícil e delicado principalmente qdo não é reconhecido pelo alcoolotra, Bjos e ótima semana!

rosa-branca disse...

Olá amiga, alcoolismo é um problema e muito grave. Se a pessoa em questão aceitar ajuda é meio caminho andado, mas a maioria acham que se controlam e não assumem. Aí é o mais difícil o ajudar quem se recusa a ser ajudado. Beijos com carinho

Tatiane Salles. disse...

Olá, querida.
O álcool é mesmo assunto sério. E precisa ser discutido com mais enfase sim. Obrigada por nos proporcionar boa leitura sempre.


Te desejo uma ótima tarde de segunda-feira, uma excelente e abençoada semana. Cheia de paz, luz e inspiração.
Grande abraço.
Tatiane.

http://tatian-esalles.blogspot.com.br/

Att.

Cute disse...

*_*

Chegando de mansinho pra te convidar a participar do primeiro sorteio Cute, será no dia 02.06.

Abraços...

http://www.cutetapemeasure.blogspot.com.br

Patrícia disse...

Elaine amiga tenho pânico de bebidas...infelizmente é uma droga aceitável.Obrigada amiga pelo carinho q sempre tem comigo e meu blog, espero um dia poder te conhecer pra te dar um abraço bem forte. Bjkas

Vera Lúcia disse...

Olá Elaine,

Parabéns pela abordagem.

O alcoolismo é uma doença destrutiva.
Ela desestrutura famílias e semeia muito sofrimento. O apoio é fundamental, mas nada substitui o interesse da pessoa em sua recuperação.

ótima noite.

Beijo.

Elisete Nunes disse...

Oi amiga!Belissíma reflexão sobre a copa. Passei para te desjar uma ótima terça-feira. Que deus abençoe teu dia. Beijos...

PORTAL EVANGELISMO disse...

Este assunto realmente incomoda a muitos, mais é necessário haver uma conscientização. Gostei do post E TAMBÉM DA VISITA AO MEU BLOG. Seu comentário edifica a minha página. Já estou seguindo seu blog com prazer.

COLHENDO FLORES ENTRE ESPINHOS disse...

Um super bjs para vc
juliana