By Elaine Averbuch Neves

Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania. Depende de quando e como você me vê passar.

– Clarice Lispector -

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Ajudar tá no sangue...


25/11 – Dia Nacional do Doador de Sangue
“ Tudo se decide com firme determinação. Um único momento de decisão muda a vida da pessoa para sempre. Uma pessoa faz a diferença. Um único indivíduo muda a história.” – Daisaku Ikeda.
Doar sangue é um ato de amor que salva muitas vidas... é um gesto de amor ao próximo e à vida. É uma oportunidade de ajudar sem interesse. É uma demonstração de solidariedade, de evolução espiritual. É um ato de fé e bondade. Todos nós podemos precisar ou necessitar da doação de alguém. A necessidade de sangue pode surgir em qualquer família, a qualquer momento. Esse componente do nosso corpo é insubstituível, e somente pode ser obtido através da doação de um ser humano a outro. A necessidade nos torna iguais. Doe para receber. E como é utilizado este sangue?
Quando alguém sofre um acidente e perde muito sangue é preciso fazer uma transfusão para repor o sangue que foi perdido.
É também utilizado em cirurgias muito longas, para garantir e manter a quantidade de sangue necessária no paciente.
Algumas doenças como a hemofilia, que se caracteriza pela dificuldade do corpo em conter sangramentos, dependem quase que exclusivamente da solidariedade do próximo para sobreviver.
Quem pode doar: Qualquer pessoa em boas condições de saúde, entre 18 e 65 anos, pesando mais de 50 kg pode doar sangue. Para a doação, a pessoa não deve ir em jejum, mas deve evitar a ingestão de alimentos gordurosos até 4 horas antes. Pessoas com febre, gripe ou resfriado não podem doar temporariamente, assim como grávidas e mulheres no pós-parto com tempo mínimo de três meses.
Intervalo mínimo entre as doações:
Homens – 60 dias e no máximo 4 vezes ao ano;
Mulheres – 90 dias e no máximo 3 vezes ao ano.
Impedimentos Temporários: Febre, gripe ou resfriado, gravidez, Puerpério (parto normal, 90 dias; cesariana, 180 dias), uso de alguns medicamentos,
pessoas que adotaram comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis.
Impedimentos definitivos: Hepatite após os 10 anos de idade,
evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas,
uso de drogas ilícitas injetáveis, Malária.
Cuidados pós-doação: evitar esforços físicos exagerados por pelo menos 12 horas, aumentar a ingestão de líquidos,  não fumar por cerca de 2 horas, evitar bebidas alcóolicas por 12 horas, manter o curativo no local da punção por pelo menos 4 horas, não dirigir veículos de grande porte, trabalhar em andaimes, praticar paraquedismo ou mergulho.
Importante lembrar que: A doação não traz risco à saúde;
Todo material utilizado é descartável;
Quem doa sangue uma vez não é obrigado a doar sempre.
De acordo com o Ministério da Saúde, o percentual de doadores brasileiros hoje varia entre 1,76% e 1,78% ao ano, sendo que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), para um país manter os estoques regularizados a taxa ideal é ter entre 3% e 5% da população doando sangue anualmente. Ainda segundo o site do Ministério da Saúde, esse esforço pelo aumento das doações ocorre sempre em novembro pelo fato de a falta de estoques em unidades de saúde ser habitual em dezembro e janeiro, período em que há diminuição do número de doadores por causa das férias e festas. Ao mesmo tempo, é quando há um aumento no número de acidentes, elevando a demanda por sangue.
Não deixe isso passar em branco, independente de cor, raça ou credo...
Doe sangue. Salve vidas!!!
“Uma gota dágua não mudará o volume do oceano, mas uma pequena atitude pode até mudar a sua vida para sempre!”

 Fernando Lapolli
Fontes:
Preparados?


Divirtam-se! Com moderação! rsrs
Lembrem-se, as mudanças acontecem “De dentro pra fora!”









13 comentários:

Sílvia Gianni disse...

Oi Elaine, vim agradecer por seguir meu blog e por suas palavras gentis.
Já estou te seguindo e gostando muito do seu blog.
Voltarei mais vezes.
Bjos e bom final de semana.

ELAINE disse...

Silvia! Obrigada pelo comentário e pelo carinho! Volte sempre, viu? Bjão!

Luciana Gomes disse...

Olá! Obgada pela visita e seja sempre bem-vinda! Já sou sua seguidora! Acho muito legal aqui!
A partir de janeiro teremos uma promo somente pra blogs parceiros. Junte-se a nós e divulgue o seu blog. Dá uma lidinha nas regras de parceria: http://www.voudeblog.com/p/anuncie-aqui.html

Bjinhos.
Lu

ELAINE disse...

Luciana! Muito obrigada pelo carinho! Vou ler as regras e se for possível, com certeza, participarei, espero que não haja exigências para ter orkut, twitter ou facebook, pois não tenho nenhum dos tres! Quanto a colocar os selinhos vou colocar junto aos outros! Bjão!

Luciana Gomes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luciana Gomes disse...

Oi minha linda! Parceria confirmada! Divulguei seu blog na pag de blogs diversos e publiquei seu link junto aos dos blogs parceiros. Vc ja estará participando da promoçao Vou-de-Blog, a partir de janeiro. Veja as regrinhas da promo:

http://voudeblog-promos.blogspot.com/2011/11/promocao-especial-para-parceiros-vou-de.html

Bjinhos.
Lu

Ia Maluf disse...

Oi Elaine! Aqui em casa somos dois doadores, eu e meu marido. Só minhas pequenas ainda não podem doar (com 14 e 11 anos...).

A primeira vez que doei sangue foi há 16 anos em São Paulo a pedido do meu primo, que fez uma cirurgia cardíaca. Se as pessoas soubessem como é simples a doação... Saio do hemocentro e vou trabalhar normalmente. Nunca me senti mal, nem mesmo fraca. Dou o maior apoio e vou publicar a campanha no meu blog.

Bjs,
Ia

ELAINE disse...

Ia! Ôi! Fiquei muito feliz com a tua visita! Obrigada pelo carinho e pelo comentário! Infelizmente, não posso doar no momento... estou com problemas de saúde (além do infarto que tive, kkkk) e em tratamento! Mas meu marido e outros familiares e amigos são doadores! Doar é vida! Um fim de semana abençoado! Bjão!

Helena Compagno disse...

Oi Elaine, obrigada pela visita. Menina, acredita que nunca doei sangue (vergonha). Tenho medo.
Beijos

Elaine disse...

Olá! Obrigada pela visita e seja sempre bem-vinda! Já sou sua seguidora! Achei muito lindo seu blog... Adorei a gatinha e a coruja :O)

bjs!
Elaine

www.casadaelaine.blogspot.com

ELAINE disse...

Helena e Elaine! Obrigada pelo carinho e pelos comentários! Voltem sempre viu? Fim de semana abençoado pra vocês! Bjão!

BRISA disse...

OLÁ BOA NOITE
ELIANA
ESTOU VINDO AQUI PELA PRIMEIRA VEZ.PARA PARA TE FAZER UMA VISITA.GOSTEI MUITO DO SEU CANTINHO. E PARABÉNS PELO INCENTIVO PARA QUE AS PESSOAS POSSAM SER SOLIDARIA COM O PRÓXIMO.GOSTARIA DE PODER ME TORNA SUA AMIGA NESTE REDE DE AMIGOS. UMA ABRAÇO FRATERNO. QDO QUISER ME FAÇA UMA VISITA.
BRISA

ELAINE disse...

Com certeza! Obrigada pelo carinhoso comentário! Bjão! Fim de semana abençoado! Volte sempre viu!