By Elaine Averbuch Neves

Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania. Depende de quando e como você me vê passar.

– Clarice Lispector -

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Olá! Tudo bem?

26/09 - Dia Interamericano das Relações Públicas
Profissional de relações públicas, agente de mudanças e de intervenção na realidade, um profissional com atuação nas grandes empresas com seus interesses comerciais, e também nas instituições públicas e de terceiro setor que, com uma visão ampliada, busca equilibrar os interesses entre todos os públicos envolvidos.
Os resultados da atuação deste profissional estão nas empresas, na comunidade, na sociedade de uma forma geral. Harmonizando expectativas, gerindo crises, articulando relacionamentos e ajudando as organizações a alcançarem seus objetivos por meio de uma atuação ética que privilegia a sustentabilidade, o respeito aos direitos universais e a construção de uma sociedade mais justa e igualitária.
As relações públicas assinalaram sua existência desde que os homens tiveram necessidade de comunicar-se uns com os outros. Com o passar dos anos, tanto as instituições privadas quanto as governamentais reconheceram a importância das relações públicas, fato comprovado pelo número crescente de profissionais na área. Em 2000, por exemplo, existiam 2.587 profissionais de Relações Públicas atuando no mercado de trabalho brasileiro, segundo a Relação Anual de Informações Sociais (Rais). Em 2006, esse número mais que triplicou: 7.952.
 
Foi em 1807 que a expressão “Relações Públicas” ganhou evidência, quando o então presidente norte-americano Thomas Jefferson, em uma mensagem dirigida ao Congresso de sua pátria, empregou o termo para destacar a necessidade de um 'estado de espírito' entre o governo e o povo.
O termo pareceu um pouco esquecido por pouco mais de um século, tanto que somente em 1914 criou-se oficialmente o primeiro departamento com a denominação “Relações Públicas” no Brasil e, talvez, no mundo. O engenheiro Eduardo Pinheiro Lobo, da empresa canadense conhecida como “Light” com sede no Brasil, dirigiu o departamento por dezenove anos e tornou-se patrono das relações públicas. Em 1975, foi instituída uma medalha em sua homenagem, a “Medalha Eduardo Pinheiro Lobo”, destinada a premiar as pessoas físicas ou jurídicas, nacionais ou estrangeiras, que tenham relevantes serviços prestados à classe.
Mas o marco histórico das Relações Públicas na América Latina veio acontecer só em 1960, quando na cidade do México, foi realizada a I Conferência Interamericana de Relações Públicas e que originou a fundação da Federação Interamericana de Associações de Relações Públicas (Fiarp), hoje Confederação Interamericana de Relações Públicas (Confiarp). O dia 26 de setembro, data de fundação da Fiarp, é considerado, oficialmente, como o “Dia Interamericano de Relações Públicas”.
A criação da profissão aconteceu em 1967, com a publicação da Lei 5.377. Anos depois, criaram-se os Conselhos Federais e Regionais e sua regulamentação aconteceu em 1971. Em 1972, foi aprovado o Código de Ética da categoria, com disposições reguladoras do comportamento a ser obedecido pelos que exercem a profissão, inclusive enfatizando o respeito aos princípios.
A profissão é reconhecida na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), do MTE, como “Profissionais de Relações Públicas, Publicidade, Mercado e Negócios” (2531). Esses profissionais desenvolvem um amplo conjunto de atividades comunicativas: desenvolvem estratégias de projeto; pesquisam o quadro econômico, político, social e cultural; analisam mercado; desenvolvem propaganda e promoções; implantam ações de relações públicas e assessoria de imprensa; e vendem produtos, serviços e conceitos.  
Para que possam exercer legalmente a profissão, o simples fato de ter o diploma de Relações Públicas não é fator determinante para que se tenha o reconhecimento profissional. Para tanto, o profissional conhecido como 'RP' precisa ter registro junto a algum Conselho Regional de Profissionais de Relações Públicas (Conrerp), que é responsável por fiscalizar e disciplinar o exercício da profissão. 

Um dia para celebrar e homenagear a todos os profissionais que fazem acontecer. Parabéns!

Fontes:
O valor das coisas não está no tempo que elas duram,
mas na intensidade com que acontecem.
Por isso existem momentos inesquecíveis,
coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.

                                                  (Fernando Pessoa)
26/09 – Dia Nacional do Surdo
No Brasil, o dia 26 de setembro é sugerido, devido ao fato desta data lembrar a inauguração da primeira escola para Surdos no país em 1957, com o nome de Instituto Nacional de Surdos Mudos do Rio de Janeiro, atual INES- INstituto Nacional de Educação de Surdo.E. Huet (1855), Professor Surdo francês que criou um programa especial para ensinar os Surdos no Brasil. Este programa consistia em usar o alfabeto manual e a Língua de Sinais da França. Lutou e conseguiu junto ao Imperador Dom Pedro II, apoio para fundar a primeira Escola para Surdos no Brasil, na cidade do Rio de Janeiro, o INES - Instituto Nacional de Educação de Surdos, no dia 26 de setembro de 1857. Na época, o Instituto era um asilo, onde só eram aceitos surdos do sexo masculino. Eles vinham de todos os pontos do país e muitos eram abandonados pelas famílias.
Deficiência auditiva ou surdez é a incapacidade parcial ou total de audição. Pode ser de nascença ou causada posteriormente por doenças.
No passado, costumava-se achar que a surdez era acompanhada por algum tipo de déficit de inteligência. Entretanto, com a inclusão dos surdos no processo educativo, compreendeu-se que eles, em sua maioria, não tinham a possibilidade de desenvolver a inteligência em virtude dos poucos estímulos que recebiam e que isto era devido à dificuldade de comunicação entre surdos e ouvintes. Porém, o desenvolvimento das diversas línguas de sinais e o trabalho de ensino das línguas orais, permitiram aos surdos os meios de desenvolvimento de sua inteligência.
Atualmente, a educação inclusiva é uma realidade em muitos países, uma nova tendência educacional e social.
Como todos sabem, o alfabeto de qualquer língua  serve para identificar as letras que formam as palavras dentro dessa língua, na LIBRAS, não é diferente, o alfabeto manual contém as letras que irão formar as palavras. Sua  formação obedece aos mesmos critérios  da formação das palavras da Língua Portuguesa.
Libras
Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) é a língua natural das comunidades surdas.
A Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) é a Língua da comunidade dos surdos brasileiros. Ao contrário do que muitos imaginam a Língua de Sinais não é formada simplesmente de mímicas e gestos soltos, utilizados pelos surdos para facilitar a comunicação. São línguas com estruturas gramaticais próprias.
Para conversar em LIBRAS, não basta só conhecer os sinais de forma solta, é necessário ter conhecimento de sua estrutura gramatical, combinando os sinais em sentenças significativas.
“Um mundo do qual você também faz parte! Os surdos contam com seu interesse em aprender a língua deles (Libras) para que possa haver comunicação entre esses dois universos paralelos, no qual você tem a ferramenta de comunicação para tornar possível relacionamento entre ouvinte e surdo, é preciso entender que para o surdo é muito mais difícil aprender a falar para que ele possa fazer parte da sociedade ouvinte sendo que para muitos deles falar e ouvir é algo impossível, para nós ouvintes basta estudar o idioma Libras, descobrir que nossas mãos podem falar e o pequeno mundo de comunicação que conhecemos é muito maior do que se pode imaginar! Fazer a igualdade acontecer está em nossas mãos, nossa atitude como ser humano, pensar no próximo e nas suas dificuldades, nos colocar no lugar de cada pessoa que sofre algum preconceito e fazer o que puder para mudar isso. O surdo sofre o pior dos preconceitos; o esquecimento, enquanto nós temos nossa vida ampla e moderna, fácil e simples, usando a fala para tudo, os surdos contam com a linguagem de sinais e poucas pessoas que os entendam, tendo dificuldades em viver uma vida em meio a sociedade, no trabalho, nos locais públicos, entidades globais, culturais, entre outras que não se preocupam em formar profissionais capacitados para atender a comunidade surda e assim passar a fazer parte dela. No dia 26/09 dia do surdo, pense um pouco como é a vida dessas pessoas, são lutadores ainda mais fortes que os ouvintes, mas que embora possuam tamanha força pela vida, são esquecidos pela sociedade.”
 Priscilla Marfori 
Fontes:
Wikipédia
Daily Mail
" Não há nada impossível,
porque os sonhos de ontem
são as esperanças
de hoje e podem converter-se em
realidade amanhã "
Quando sua atitude é elevada,
o mundo também será visível como sendo elevado,
porque sua atitude tem uma conexão com sua visão e ações.
Qualquer coisa boa ou má é primeiro incutida na sua atitude,
e então ela entra em suas palavras e ações.
O serviço especial de transformação do mundo
também acontece através de sua atitude pura.
Você cria as vibrações e a atmosfera através dessa atitude.

                                                                     (Brahma Kumaris)
Lembrem-se, as mudanças acontecem “De dentro pra fora!”
Uma semana iluminada e de muita paz para todos!!!
























Nenhum comentário: