By Elaine Averbuch Neves

Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania. Depende de quando e como você me vê passar.

– Clarice Lispector -

sábado, 10 de dezembro de 2011

Hoje tem marmelada? E o palhaço o que é?


10/12 – Dia Universal do Palhaço
É, garotada! Hoje é o Dia do Atleta do Riso! O arquiteto do humor circense, que durante gerações e gerações nos encantam com suas piadas, cambalhotas. Ora ingênuo e atrapalhado, ora esperto e atrevido, o palhaço povoa o imaginário popular e arranca gargalhadas não apenas das crianças, embora muitas vezes sua alma esteja repleta de tristezas.
O personagem de redondo nariz vermelho e um “sorrisão” de orelha a orelha e roupas espalhafatosas, teria surgido em meados do século XIX, na Alemanha.
Seus ancestrais são o Arlequim e o Pierrot, da comédia francesa e também o Bôbo da Corte inglesa.
Mas até 1894, os números dos palhaços não tinham falas. Mesmo hoje em dia, as apresentações mais comuns na Europa envolvem mímicas e pantomimas(gestual quase sem palavras).
No Brasil, o Dia do Palhaço foi criado por uma companhia paulistana, em 1981, e ao longo do tempo passou a ser festejado em diversas cidades do país. Em sua arte predominam o vocabulário popular,  as piadas, paródias e sátiras, sempre baseadas em situações do cotidiano.
O trabalho do palhaço é único, cuja versatilidade transcende os picadeiros e pode transformar os mais diversos ambientes., da mais profunda monotonia e indiferença à mais completa alegria!!!
Embora carreguem muito na maquiagem, eles são a essência da representação do humano! Parabéns a todos os representantes desta nobre arte circense do riso e da gargalhada!
Palhaços Famosos:
Arrelia
Carequinha
Carlitos
Croquete
Estilingue
Krusty
Torresmo
Atchim & Espirro
Bozo

Ainda no dia de hoje:

Dia da Declaração Universal do Direitos Humanos
Em 10 de dezembro de 1948, a Organização Das Nações Unidas (ONU) aprovou um documento denominado Declaração Universal do Direitos Humanos, cujos preceitos deveriam ser seguidos por todos os povos e nações (pena que na prática não aconteça exatamente assim!).
A Declaração é o maior documento concebido a favor da humanidade, abrangendo direitos e deveres, no âmbito individual, social, cultural e político.
Direitos humanos são princípios internacionais, que servem para proteger, garantir e respeitar o ser humano, assegurando-lhes o direito de levar uma vida digna; com acesso a liberdade, ao trabalho, à terra, à saúde, à religião, à moradia, à educação, entre outras coisas. Os direitos humanos surgiram da luta contra a opressão.
Luta pela vida e pela liberdade. Liberdade que significa muito mais do que não estar preso. A liberdade de regimes econômicos, sociais e políticos que oprimem e impõem a fome e a miséria. Todos nós nascemos livres e somos iguais nas diferenças!
Direitos Humanos já e sempre!

Dia Internacional dos Povos Indígenas
A celebração anual deste dia internacional reconhece as realizações das populações indígenas do mundo, que ascendem a mais de 370 milhões de pessoas e estão espalhadas por cerca de 70 países. É também um dia em que devemos reconhecer os difíceis desafios que essas populações enfrentam. Há muito a ser feito para atenuar a pobreza que afeta muitas populações indígenas e protegê-las contra violações em grande escala de seus direitos humanos e salvaguardá-las da discriminação que, por exemplo, obriga muitas moças a deixarem de freqüentar a escola.
Neste dia de celebração, regozijemo-nos com a riqueza da cultura indígena e sua contribuição para a família humana.
Neste Dia Internacional dos Povos Indígenas, relembremos os princípios fundamentais da Carta das Nações Unidas – Paz, Desenvolvimento e Direitos Humanos – e reafirmemos a nossa determinação  em expandir o círculo de solidariedade com as populações indígenas, para que estes princípios se tornem uma realidade para as populações indígenas do mundo inteiro!
Fontes:
“Ser diferente não é ser melhor nem pior do que ninguém e nas nossas diferenças somos tão semelhantes!”
“.....Eu pensei que todo mundo fosse filho de Papai Noel;
Bem assim felicidade eu pensei que fosse uma brincadeira de papel.
Já faz tempo que eu pedi mas o meu Papai Noel não vem;
Com certeza já morreu ou então felicidade é brinquedo que não tem.”
“Então é Natal
E o que você fez?
O ano termina
E nasce outra vez!”
Lembrem-se, as mudanças acontecem “De dentro pra fora!”




















5 comentários:

Luzia Lira Pedagoga disse...

Elaine, que bom que tem o dia do Palhaço. Traz tantas alegrais pra todo mundo.

Bom final de semana. Fica com Deus.


Bjos Luzia

ELAINE disse...

Seja sempre bem-vinda Lúzia! Fim de semana iluminado! Bjo!

Silenciosamente ouvindo... disse...

Eu adoro palhaços.Gosto mesmo
muito.Sim, amiga, fui ao site
das gifs, muito obrigada.

Não sei se já lhe falei de outro
blogue que tenho no qual insiro
várias poesias que é:
http://sinfoniaesol.wordpress.com
Um beijinho e bom fim de semana.
Irene

Beatriz! disse...

Boa tarde querida Elaine!
Obrigada de coração pela visita em meu blog!
Que legal você sempre postar algo sobre a data do dia.
Parabéns pela criatividade. Gosto de fazer no twitter.
Agora já sei onde ter mais idéias.
Bjokas...um final de semana feliz e mega abençoado!

ELAINE disse...

Irene e Beatriz! Muito obrigada pelos comentários carinhosos! Sejam sempre bem-vindas! Bjo!