By Elaine Averbuch Neves

Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania. Depende de quando e como você me vê passar.

– Clarice Lispector -

domingo, 18 de dezembro de 2011

Museu é Cultura!



“Que tudo que você plantou de bom durante o ano, reverta-se em forma de paz, saúde e felicidade!”


18/12 – Dia do Museólogo
Instituído por meio do Decreto de 31/05/2004, do ex-Presidente Luis Ignácio Lula da Silva, os Museólogos passaram a ter um dia próprio para celebrar sua profissão: 18 de dezembro. Reforçando então a importância do setor para o Brasil, que se fortaleceu ainda mais a partir de 2009, com a criação do IBRAM (Instituto Brasileiro de Museus), vinculado ao Ministério da Cultura. Nesse mesmo ano foi aprovado o Estatuto dos Museus.
O IBRAM cuida de 28 museus ligados diretamente ao Ministério da Cultura e também é responsável pela Política Nacional de Museus, que orienta 2.870 museus brasileiros.
Os Museólogos são profissionais contratados sob o Regime Celetista(Regime da CLT) e o trabalho não está restrito somente a organização de acervos públicos ou privados, pois está apto também a criar projetos de museus e exposições, bem como participar da política de criação e implantação de instituições arquivísticas.

Alguns dos melhores museus de nosso país:

Museu de Arte Contemporânea, Niterói- RJ
Instituto Cultural Inhotim, Brumadinho – MG
Museu do Futebol, São Paulo – SP
Museu Oscar Niemeyer, Curitiba – PR
Fundação Iberê Camargo, Porto Alegre – RS
Palacete das Artes Rodin, Salvador – BA
Mis, São Paulo – SP
Museu Imperial, Petrópolis – RJ
Museu do Ipiranga, São Paulo – SP
Masp, São Paulo – SP
Pinacoteca, São Paulo – SP
Museu da Língua Portuguesa, São Paulo – SP
Museu Histórico Nacional, Rio de Janeiro – RJ
Museu do Oratório, Ouro Preto – MG
Museu de Arte Sacra, Salvador – BA
Museu de Ciências e Tecnologia, Porto Alegre – RS
Oficina de Cerâmica Francisco Brennand, Recife – PE
A homenagem do Blog a estes importantes profissionais que, com seu trabalho, ajudam a preservar e divulgar a cultura! Parabéns!

Continuando...

Dia Internacional do Imigrante
O Dia Internacional dos Imigrantes foi estabelecido pela ONU em 18 de dezembro de 1990.  Nesta data a ONU adotou a Convenção Internacional sobre a proteção dos Direitos de todos os trabalhadores Migrantes e dos membros de suas famílias. A partir de então, a data representa a luta por melhores condições para estas pessoas. Em todos os lugares do mundo se luta para que os imigrantes não sejam considerados cidadãos de segunda categoria.
As dificuldades dos imigrantes não se resumem a saudade, questões trabalhistas ou geopolíticas. A falta de aceitação social dos que vem de fora é, talvez, o maior problema. A sociedade nem sempre promove a integração dos estrangeiros, que sentindo-se excluídos formam verdadeiros guetos de forasteiros. Nós, como cidadãos brasileiros, podemos escolher a melhor forma de receber estas pessoas, independente da ação governamental.
Um novo lar, mais do que uma terra é do que os imigrantes necessitam. Parabéns aos imigrantes em seu dia, que caminham lado a lado para construir um futuro melhor para o Brasil!

Dia do Mergulhador
Hoje é comemorado o Dia do Mergulhador. Aquele que se dedica a este esporte/profissão fazendo dele um estilo de vida. Atualmente é importante lembrar o valor desta atividade para a conscientização do público em geral sobre a importância da preservação de nossos oceanos.

Dia de Santo Vunibaldo 
Santo de culto germânico, nascido em 701, foi muito venerado, pois já tinha fama de santidade em vida.

Dia de São Graciano
Graciano foi um dos sete missionários enviados por Roma, para evangelizar na Região da Gália, futura França. Conforme registros da diocese de Tours, consta que Graciano foi o 1º bispo dessa diocese.

Dia de São Rufo e São Zózimo
São Rufo e São Zózimo pertenciam ao número de discípulos do Senhor. Eram cidadãos de Antioquia ou talvez filipenses. Segundo a tradição, foram os fundadores da Igreja de Cristo entre os Judeus e os Gregos.
Que o Natal seja sempre o símbolo maior de amor, paz e entendimento entre os homens!
“Quero ver você não chorar
Não olha pra traz, nem se arrepender do que faz
Quero ver o amor crescer
Mas se a dor nascer, você resistir e sorrir
Se você pode ser assim, tão enorme assim eu vou crer
Que o Natal existe, que ninguém é triste
Que no mundo há sempre amor
Bom Natal, um Feliz Natal
Muito amor e paz pra você, pra você.”
Simplesmente Um Conto “Causo” de Natal
“Época de Natal, quando tudo deve ser alegria, “educação”, amor ao próximo. Aconteceu em um grande supermercado na cidade de Novo Hamburgo, RS. Na fila do caixa, um senhor era atormentado pelo carrinho de trás. E olhem que isto poderia acontecer com qualquer um de nós. O dito carrinho era empurrado por um menor, sob os olhares complacentes da mãe, a criança empurrava o carrinho para frente e para trás, tendo como alvo as canelas do infeliz cliente. Com justa irritação, após várias batidas, o homem virou-se para reclamar da postura do menino. E ao dialogar com a mãe do mesmo, chamou a atenção das filas de clientes ao lado. Longe de simplesmente agradecer a reclamação e tomar as providências que o caso merecia, a mulher saiu-se com esta: “Meu filho ainda é pequeno e estou criando ele com liberdade!”
Uma afirmação desta natureza é uma aberração e, claro, todos se espantaram e aguçaram os ouvidos. O próximo passo seria o cidadão dar um puxão de orelhas no moleque. No moleque, mas quem merecia era mãe, pensavam....
E aí, a surpresa foi geral. Atrás, na fila, havia outro homem que resolveu bancar o Papai Noel. O bom velhinho que educa as crianças e exempla os pais quando necessário. Pois este, sem maiores delongas, abriu a embalagem de ovos que levava, tirou um deles e simplesmente encostou-o na cabeça da distinta senhora, esmagando-o.... Vocês podem imaginar? Eu fiquei imaginando e disse que não podia ser verdade! Mas havia uma testemunha presencial. E a história continuou: espantada com a ação, a clara e a gema escorrendo por seus cabelos, a mulher virou-se para trás aos gritos: “Mas o que o senhor está pensando?” E o cidadão, comprazido: “Eu também fui educado com liberdade!” E então, como pano de fundo desta história em dias de Natal em supermercados, a platéia presente iniciou uma salva de palmas, enquanto a mulher, deixando seu carrinho para trás, fugia para o estacionamento... Estas coisas é que fazem falta no Brasil. Bendito Natal. Feliz Natal para todos!”  (Ivar Hartmann) 

Não é exatamente um Conto de Natal, mas ilustra perfeitamente uma situação que pode acontecer com qualquer um de nós, a qualquer tempo, em qualquer época, mesmo no Natal....
“Educai as crianças hoje, para não precisar punir os adultos amanhã.”
“O Natal é uma época do ano em que as pessoas de todas as religiões estão juntas para adorar Jesus Cristo.” (Nancy Cartwright)
Um domingo iluminado para todos! Um ótimo início de semana! Uma 2ªF  de trabalho, saúde, paz e alegrias! E lembrem-se, as mudanças acontecem “De dentro pra fora!”

Fontes:






























7 comentários:

Glória Maria - Fadinha disse...

Bom dia amiga, adorei! Não criei meus filhos com liberdade, e graças a Deus minha neta também não está sendo criada assim, para ser um monstrinho. A minha mãe mora com a gente desde 2005, ela ficou viúva em 2004. Ela é super calma e muito centrada, quanto a mim, posso estar muito nervosa e preocupada e ninguém percebe, meus filhos e marido só percebem pela pilha de livros no meu caminho. Ela já trocou de medicamentos de outubro pra cá várias vezes, agora está um pouco melhor. A cardiologista receitou um calmante fraquinho para ela, como ela nunca tinha tomada calmantes na vida, está recebendo bem. Tem tirado grandes sonecas após o almoço. O que nós achamos que aconteceu, foi que o falecimento de uma grande amiga da juventude dela, a deixou muito triste, faleceu no final de setembro e os probleminhas começaram, elas eram como irmãs. Minha mãe tem 76 anos. Agradeço o carinho. Bom domingo e muitos beijinhos. Ah, adorei saber que hoje é dia do museólogo, vou ligar para uma amiga e dar os parabéns. Fique bem.

ELAINE disse...

Seja sempre bem-vinda! Obrigada pelo carinho e pelo comentário! Bjo!

JPG disse...

Só agora tive disponibilidade para visitar o seu "cantinho".

Estou a gostar bastante. A música enche-me as medidas.

Boa semana!!!

ELAINE disse...

Seja sempre bem-vindo! Bjo!

Canela Castela disse...

Elaine bem lembrado em celebrar a VIDA! Sem esquecer de agradecer a Deus pela dádiva da vida. Adorei o post de hoje tbm. Dia do imigrante, minha familia (como a de todos os brasileiros) sao de imigrantes (italianos) E adorei o conto de Natal. Adoro seu blog querida. Beijos de muita luz.

raquel pedruzzi disse...

Oi Elaine!
Adorei encontrar no seu post a musiquinha que você colocou a letra! Não sei quem a escreveu, mas ela é linda e leve! Deixa a gente feliz de cantar, principalmente se estamos reunidos na mesa da ceia de Natal!
Passei para desejar uma semana abençoada para você amiga!
Bjsss

ELAINE disse...

Canela e Raquel! Bjo! Voltem sempre, viu!